BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

EMANUEL BEZERRA DOS SANTOS


Nasceu em 17 de junho de 1947 na praia de Caiçara, no município de São Bento do Norte, Rio Grande do Norte, filho de Luis Elias dos Santos, pescador e Joana Elias Bezerra, florista. Atividades Estudou  na  Escola  Isolada  São  Bento  do  Norte,  onde  fez  o  curso primário.  Em  1961  transfere-se  para  Natal,  passando  a  residir  na  Casa  do Estudante e a estudar no Colégio Atheneu Norte-riograndense. Quando cursava a 3ª série do curso ginasial, Emmanuel, juntamente com outros colegas, funda o jornal  O  Realista,  voltado  para a  denúncia  política  das  misérias  da  nossa sociedade. Logo em seguida, já na época da ditadura militar, Emmanuel cria  “ o Jornal do Povo”, publicação libertária com correspondente em vários municípios do estado. No Atheneu estuda até o 1º ano clássico, 1965. Em 1966 fica doente e perde o ano letivo, recuperando-se imediatamente com o supletivo (art.99) e presta exame vestibular, ingressando na Faculdade de Sociologia da Fundação José Augusto em 1967. Neste ano é eleito delegado ao XIX Congresso da UNE em São Paulo. Também é eleito presidente da Casa do Estudante, onde realiza uma administração marcada pelo dinamismo, ousadia e eficiência. A Casa do 91Estudante é transformada em forte trincheira de luta do movimento estudantil (secundaristas e universitários) de Natal. Torna-se, em 1968, na gestão de Ivaldo Caetano  Monteiro,  diretor  do  Diretório  Central  dos  Estudantes  da  UFRN, esempenhando função de liderança no meio universitário. A partir de 1966, Emmanuel passa a integrar o Partido Comunista Brasileiro (PCB), sendo um dos principais articuladores e  teóricos  da  Luta Interna  no  velho  partido,  dele se afastando em  1967  para  incorporar-se  no  Partido Comunista Revolucionário PCR). Com a edição do Ato Institucional nº 5, Emmanuel é preso (dezembro de 1968), condenado cumprindo a pena até outubro de 1969 em quartéis do Exército, Distrito Policial e finalmente na Base Naval de Natal. Libertado, Emmanuel imerge na clandestinidade, indo atuar politicamente (já como dirigente nacional do seu partido) nos estados de Pernambuco e Alagoas. Nesse período, realiza viagens ao Chile e Argentina em missão do partido, buscando aglutinar exilados brasileiros à  luta em  desenvolvimento  no  país.  Além  de  militante  político, Emmanuel era uma pessoa voltada para a arte e cultura, tendo participado dos
movimentos artísticos desenrolados na capital Natal. Rabiscou seus primeiros poemas adolescentes ainda  na sua  longínqua  Caiçara  do  Norte.  Apesar  das atribulações da vida clandestina, foi possível salvar alguns poemas de sua autoria. 
Circunstâncias da Prisão e Morte
Emmanuel foi preso no dia 04 de setembro de 1973, às 08:30 horas no Largo  da  Moema,  São  Paulo,  quando  regressava  de  viagem  ao  exterior. 92Conduzido  para  o  DOI-CODI  do  II  Exército,  onde  passou  a  ser  torturado brutalmente até a morte, junto com o seu companheiro Manoel Lisboa de Moura,
que havia sido aprisionado desde o dia 17 de agosto em Recife. A necropsia foi realizada pelo famigerado legista Harry Shibata, o qual deve ter assinado o laudo sem ter examinado o cadáver, não constatou as inúmeras marcas de torturas no corpo  de  Emmanuel.  Em  fotografia  recuperada  pelas  entidades  de  direitos humanos, fica evidenciada a violência sofrida por Emmanuel: seu olho esquerdo está  visivelmente  inchado, seus  lábios  também estão  intumescidos, sua  testa apresenta ferimentos, a base do seu nariz está quebrada, seu lábio inferior está cortado e em volta do seu pescoço desenha-se um colar de morte, como se fora feito a fogo. Foi sepultado, ao lado de Manuel Lisboa, no cemitério de Campo Grande, como indigente.
FONTE: LIVRO O GOLPE MILITAR NO RIO GRANDE DO NORTE E OS NORTE-RIO-GRANDENSES MORTOS E DESAPARECIDOS: 1969/73, DE LUCIANO FABIO DANTAS CAPISTRANO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
O QUE VOCÊ QUER PESQUISAR, VOCÊ ENCONTRA EM UM ÚNICO LOCAL, NO "PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS", A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA TERRA POTIGUAR, COM 20 BLOGS, 1780 LINKS, UM ORKUT, UM TWITTER, UM MSN E UMA PÁGINA MUSICAL, TOTALIZANDO 1806 ENDEREÇOS ELETRÔNICOS NA WEB. CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR # 100 % NORTE-RIO-GRANDENSE. ACESSE E CONFIRA!

Quem sou eu

Minha foto
SUBTENENTE DA RESERVA REMUNERADA DA GLORIOSA E AMADA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO RIO GRANDE DO NORTE E PERTENCENTE A GUARDA PATRIMONIAL DO ESTADO, NO EFETIVO DO DESTACAMENTO DA GUARDA PATRIMONIAL DE MOSSORÓ. SOU MOSSOROENSE E AMO AS COISAS DE MINHA QUERIDA E AMADA CIDADE DE MOSSORÓ - FUTURA METRÓPOLE, SOU TORCEDOR DO MEU QUERIDO E AMADO BARAÚNAS. EXERCI A FUNÇÃO DE DELEGADO DE POLÍCIA NAS CIDADES DE APODI, ITAÚ, FELEIPE GUERRA, SÃO MIGUEL, DR. SEVERIANO, GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO, RODOLFO FERNANDES, TENENTE ANANIAS, MARCELINO VIEIRA E SEVERIANO MELO. SOU CASADO, PAI DE TRÊS FILHOS: JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR. TENHO UMA NETA - JÚLIA MELISSA, FILHA DE JULLYETTH E MOISÉS. AMO A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E AMO AO MEU PRÓXIMO COMOA MIM MESMO, TENHO A MANIA DE PESQUISAR, LER E ESCREVER. SEMPRE PROCURO SER HONESTO E TENHO A HUMILDADE COMO MINHA PRINCIPAL ARMA PARA A MINHA FELICIDADE

EDSON NEVES

EDSON NEVES
APODI, 11/12/39 - 05/12/70

RUBENS MANUEL

RUBENS MANUEL

JOSÉ SILTON

JOSÉ SILTON

DJALMA MARANHÃO

DJALMA MARANHÃO

LIGIA SOLANGE

LIGIA SOLANGE

I N S S

I  N  S  S
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi criado em 27 de junho de 1990. Na época, o então presidente Fernando Collor de Melo, por meio do Decreto n° 99.350, autorizou a fusão do Instituto de Administração Financeira da Previdência e Assistência Social (IAPAS), com o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS). O INSS é, portanto, uma instituição autárquica, com todas as características propostas no Decreto-Lei nº 200/67, vinculada ao Ministério da Previdência Social (MPS). Compete ao INSS a operacionalização do reconhecimento dos direitos da clientela do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), que atualmente abrange mais de 40 milhões de contribuintes. O Instituto possui em seu quadro administrativo quase 40 mil servidores ativos, lotados em todas as regiões do País, que atendem presencialmente mais de 4 milhões de pessoas todos os meses. Conta com uma rede altamente capilarizada, de cerca de 1,2 mil unidades de atendimento, as chamadas Agências da Previdência Social (APS), presentes em todos os estados da Federação. Trata-se de um mecanismo democrático, que ajuda a minimizar as desigualdades sociais. A renda transferida pela Previdência é utilizada para assegurar o sustento do trabalhador e de sua família quando ele perde a capacidade de trabalho por motivo de doença, acidente, gravidez, prisão, morte ou idade avançada.